A Secretaria de Politica Econômica do Ministérios da Economia (SPE/ME) publicou ontem (04/03) a Nota Informativa a Atividade Econômica e Resultados do PIB 2019. O texto destaca que o resultado do PIB de 2019 reflete uma trajetória de recuperação da atividade econômica. No ano passado, a economia brasileira teve acréscimo de 1,14% em relação a 2018. Do ponto de vista do crescimento interanual, houve elevação de 1,67% no quarto trimestre de 2019, em relação a igual período do ano anterior.

A nota ressalta, também, que o segundo semestre de 2019 teve crescimento anualizado de 2,3%, o melhor segundo semestre desde 2013, refletindo o aquecimento do mercado de trabalho privado e do mercado de crédito livre. Segundo a SPE/ME, houve, ainda, uma melhora substancial na composição do PIB, com aumento do crescimento do PIB privado e do investimento privado.

O estudo destaca que as medidas estruturais adotadas para corrigir a má alocação de recursos – como o novo FGTS – foram responsáveis por melhorar as expectativas dos consumidores e dos empresários. Além disso, a aprovação da Nova Previdência e a austeridade fiscal garantiram, segundo a Secretaria, uma perspectiva fiscal de controle, reduzindo os juros estruturais, o que deve ser um fator adicional para estimular a economia em 2020.

Fonte: Economia.gov